Home / Flauta- Dicas importantes / Como melhorar o seu tom na flauta transversal

Como melhorar o seu tom na flauta transversal

Quando se fala em tom o que a maioria dos profissionais diz é que sempre importante buscar a melhor afinação. E para melhorar o seu tom na flauta transversal é necessário aprender alguns conceitos e estratégias para tocar sempre afinado.

Assim como aprendemos a falar ouvindo, a audição e repetição é uma das principais maneiras de para conseguir melhorar seu tom na flauta transversal porque é a maneira mais natural de tentar evoluir nesse instrumento.

Além disso, existem varias dicas que podem ajudar a aperfeiçoar seu tom até mesmo posicionamentos e modo de respirar. Continue lendo esse artigo e fique por dentro desse assunto que pode ser útil para você!

Melhorar seu tom na flauta transversal: aprendendo mais sobre esse interessante assunto

Não existe nada melhor para conseguir progredir em um instrumento do que praticando o mesmo. Acompanhe as seguintes dicas para melhorar seu tom na flauta transversal:

  • Sente-se com as costas retas

É mais fácil tocar a flauta em pé, mas você também poderá tocar sentado. Verifique e tenha certeza que as suas estão eretas e evite a má postura. Vire o corpo apenas em um pequeno ângulo para que não seja necessário torcer o pescoço.

  • Deixe a flauta erguida

Quantas vezes você já ouviu sobre a necessidade de deixar a flauta erguida? De fato isso é muito importante.

Quando você deixa a flauta transversal para baixo, existe uma certa limitação da área do estômago e você não consegue respirar da maneira adequada. Assim como se você mantê-la alta demais, algumas lesões nos braços poderão ser causadas.

  • Equilibre a flauta

O equilíbrio está totalmente ligado com a postura, mas não se trata da mesma coisa. Existem três pontos principais quando o assunto em questão é o equilíbrio ao segurar a flauta: o queixo, polegar esquerdo e polegar direito.

É importante que o porta-lábio fique no espaço entre o lábio e o queixo e você deverá sentir um sensível pressão na gengiva inferior. A flauta precisa ficar apoiada acima da articulação mais baixa do indicador esquerdo. A flauta também deverá ser apoiada na ponta do polegar direito, entre as sapatilhas fá e mi.

  • Respire de maneira adequada

Respire com o diafragma.

  • Ouça bem o seu tom

Talvez você mesmo seja capaz de fazer os ajustes necessários. Imagine um som ressonante e cheio.

  • Modele os lábios

Tente deixar o buraco dos lábios menor, pois assim será possível conseguir a produção de um som melhor.

  • Use vibrato nas notas mais longas

Para quem não sabe, o vibrato é uma técnica onde existe uma oscilação rápida no som que está produzido. No começo pode ser difícil conseguir um som natural, mas com a prática você irá conseguir um bom resultado.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como melhorar o seu tom na flauta transversal, coloque em prática as dicas que foram citadas aqui, pois você vai perceber uma grande diferença. De qualquer forma, sempre conte com a orientação de um professor para conseguir um bom desenvolvimento musical. Boa sorte e bom treinamento!

Você leitor (a) gostou do conteúdo exposto nesse artigo? Já parou para pensar no quanto seria mais fácil e interessante ter acesso a um curso que realmente se preocupa com o desenvolvimento de quem está está buscando aprender tocar flauta transversal? Acontece que nós entendemos a dificuldade e as principais dúvidas de quem está passando por esse processo de aprendizado.

Conheça o curso completo “Como Tocar Flauta Transversal” clicando aqui e se aventure e encante pelo mundo mágico da música de maneira muito mais didática. Com certeza você irá conseguir aprender a tocar da melhor forma possível. Boa sorte!

 

Sobre Genival Santos